sábado, 14 de junho de 2014

Existe amor sem apego?

Mesmo sendo os "Rei dos animais" ele se torna fraco por causa de uma fêmea.
Uns dos assuntos mais polêmicos dentro da Real, “Pode amar uma pessoa e ser desapegado ao mesmo tempo?”, pela vivência já era para ter aprendido, que a resposta é simplesmente “Não!”. Todos os apaixonados são apegados pela mulher, a tal ponto que a mente condicionado do individuo não aceita essa realidade, no fundo tem medo de viver sem elas, mesmo tendo uma vida medíocre.

Algumas pessoas perguntam: “Se todas as mulheres são fúteis e interesseiras, porque ainda se relacionam com elas?” a resposta é simples “Onde escrevi que falei se sou contra relacionamentos?”, o que sou contra é a idolatria à mulher, considera-la o ser mais puro do mundo, ser mela cueca, ser sentimental, achar que não pode viver sem elas, isso que condeno severamente, ou seja, ser escravo de buceta.

Os mais antigos que já acompanharam o blog antigo, sabe muito bem o meu histórico sobre os relacionamentos, era um cara que me apaixonava muito facilmente, qualquer gesto que a mulher fazia, já era o suficiente para “ama-la”. Quem já se apaixonou várias vezes sabe que estou falando, que o amor não existe, o que existe é carência e apego.

Amor é um sentimento negativo, que nos faz sofrer e ter uma vida miserável, tirando a paz de espirito. Muitos podem dizer “Márcio, você esta confundindo amor com a paixão. Paixão é tudo isso que esta falando, mas o amor é felicidade, alegria, blá, blá, blá”. Mas o engraçado de tudo, quem defende essa tese, só se fode na vida.

Aprendi através da vivência que o amor é uma coisa destruidora, somente duas pessoas que conheci na minha vida, concordou comigo, pois as maiorias das pessoas não aceitam essa tese, porque foi criado o mito do amor romântico. Todos sabem que fui educado pela filosofia budista, agora sou hindu (budismo é filho do hinduísmo), pois nos Vedas fala a mesma coisa, principalmente o Srimad Bhagavatam que diz: “Não existe amor para coisas materiais, existe somente para coisas espirituais. Não existe amor entre homem e mulher, o que existe é satisfazer os sentidos. Você satisfaz o meu sentido e eu satisfaço o seu”.  Nos Vedas, a mulher é considerada o símbolo da ilusão e do falso prazer.

Toda a literatura indiana ensina como o homem deve se desapegar das mulheres, na Índia ensina desde criança a ser desapegado a elas, enquando no ocidente faz de tudo para ser apegado a elas. O homem ocidental esta tão incorporado essa concepção de ser amado por uma mulher, que a mente condicionada dele, defende a situação miserável que vive.

Isso faz lembrar a historia do Rei do Céu, chamado Indra, que ofendeu seriamente o Krisna, então como punição ele reencarna como porco comedor de excrementos. Quando acabou a punição do Indra, Krisna fala para ele que poderia voltar para o céu, mas ele rejeita, porque adorou ser um porco comedor de excremento. Analogicamente assim que vivem muitos homens, são comedores de excrementos (por causa das mulheres) mas, não querem sair dessa vida miserável e podre.

Não existe felicidade nas coisas materiais.
Desapega-se das mulheres.

Confrades tenho o maior orgulho de dizer que não me apaixono há 15 anos, minha vida é um mar de rosas, mesmo tendo namorada. Não amo mais as mulheres no máximo que sinto é um sentimento de gostar e de admiração, como fôssemos grandes amigos, existe respeito, consideração, etc, por incrível que pareça flui perfeitamente e naturalmente.

Outra coisa interessante que acontece comigo, todos os relacionamentos que deram certo (mesmo por algum tempo) todas foram com mulheres “desconhecidas” são mulheres que apareceram de repente na minha vida. Temos a tendência de querer nos envolver com mulheres que conhecemos, mas mesmo assim nunca dá certo.

Desde os meus 29 anos, nunca mais fiquei sozinho na minha vida, já tive várias namoradas, mas nunca fui apegado a elas, a tal ponto quando terminou o relacionamento não sofri nada. Recentemente terminei um relacionamento de 5 anos, quando terminou não senti nada, a tal ponto que 2 semanas depois já arrumei outra namorada.

Isso pode soar que sou um cara frio, mas é assim que as coisas funcionam, pois não existe desapego levando um estilo de vida materialista, pois as paixões esta relacionado com a matéria e não com o espírito. Todos os materialistas acreditam que a mulher é tudo na sua vida, por isso muitos se tornam igual ao Rei do Céu, Indra.

Então não amem e nem sejam apaixonados, é difícil entender isso, entendo porque fui educado numa cultura diferente, mas aqueles que receberam a cultura ocidental terão enorme dificuldade de compreender. Para derrotar o feminismo é somente não se apaixonar por uma mulher. 

Deixo essa reflexão.

Sejam felizes e superam as paixões.


Márcio de Andrade

Leiam: Respondendo ao confrade 
http://bufalodareal.blogspot.com.br/2014/06/respondendo-ao-confrade.html

4 comentários:

  1. texto destruidor sigo o mesmo exemplo.

    ResponderExcluir
  2. Resposta ao seu texto:
    http://institutoshibumi.org/augusto/2014/06/o-bufalo-desapegado-ou-o-bufalo-do-desamor.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leiam: Respondendo ao confrade
      http://bufalodareal.blogspot.com.br/2014/06/respondendo-ao-confrade.html

      Excluir
  3. Ainda vejo que a substituição de uma mulher por outra uma forma de apego.

    Quando uma relação minha termina que não da certa, eu espero na media de um ano, e também não corro atrás de mulher, o ato de seduzir é tipicamente feminino e não masculino, aí nesse o erro, querer seduzir, não se precisa, quando se está em estado natural das emoções as coisas acontecem, vc aproveita o que tem que aproveitar sem apego, e quando for embora vc deixa ir.

    ResponderExcluir